segunda-feira, 7 de agosto de 2017

UM TEXTO SOBRE PASSADO

Tem gente que não gosta de reviver o passado e ver fotografias antigas. Eu adoro, pois nelas eu revejo um pouco da minha história e cada tijolinho que me tornou o que sou hoje. Pessoas que me foram importantes, que já se foram pela morte ou até mesmo pela vida, mas que não fazem mais parte da minha vida hoje. Algumas saudosas, outras nem um pouco, mas que estão em fotografias. A gente não pode viver do passado, mas relembrá-lo eu acho de suma importância. Cada pessoa que já passou por minha vida, não passou por acaso. Cada uma que saiu, nem sempre deveria e algumas deixam saudades, mas a vida segue. Amigos perdidos no caminho, amores substituídos e familiares perdidos pra morte. Imagens que mostram o quanto as pessoas mudam com o tempo. Filhos e sobrinhos que crescem, cabelos que caem, pessoas que engordam. Gente que assim como o patinho feio, se torna cisne depois que cresce. E saudade... Como bate saudade vendo fotografias antigas. Por vezes bate até algum arrependimento, muito por relacionamentos rompidos, tanto amorosos, como familiares e de amizade. Nessas horas as vezes a gente se pergunta... Por quê? Como teria sido? Como voltar? Algumas pessoas que porventura tenham lido isso, podem pensar que não fariam nada diferente. Eu só posso dizer por mim, que apesar de me sentir forte e bem resolvido emocionalmente, algumas coisas eu faria sim. Passado é algo pra se olhar pelo retrovisor, mas assim como na direção de um carro, ninguém deve dirigir (a vida) sem olhar por ele.

Nenhum comentário: