sábado, 9 de maio de 2009

VOLTAR NO TEMPO

Ah se eu pudesse voltar atrás, voltaria.
E ficaria com você, que me amou um dia.
É pena que o tempo não volta nem um dia, nem uma hora.
Para podemos corrigir os erros de outrora.
Nossas falhas nos perseguem para a vida inteira.
E hoje me dou conta da minha besteira.
Mas agora não há mais o que fazer.
É seguir em frente, e como amiga lhe ter.
Ver-te e lembrar-me de minha impulsividade desastrosa.
E tirar-te de minha mente saudosa.
Afinal, muitos anos que se tornaram marcantes.
Embora no fim, não estivesse como antes.
Mas mesmo assim gostaria de estar contigo.
E continuar sendo seu marido, e não apenas amigo.
Criarmos nosso filho lado a lado.
Como se nada tivesse acabado.
Mas nosso ciclo se rompeu.
Fazer-se o que, se aconteceu.
Fico a desejar-te quando lhe vejo.
Sinto falta do teu cheiro e sinto falta do teu beijo.
Percebo que corresponde, mas não me deseja.
Então me pergunto por que ainda me beija.
Infelizmente tenho me sujeitado a isso.
Mesmo sabendo que tens compromisso.
Infelizmente não me interesso por outras mulheres.
E inocentemente acredito que ainda me queres.
Não aceito inteiramente nosso rompimento.
E você ainda não saiu de meu pensamento.
Mas não é culpa sua mocinha.
A culpa é exclusivamente minha.
Eu ainda vou te tirar da minha cabeça.
Basta apenas que outro amor apareça.
E quando isso acontecer.
Espero que o que me corroe hoje, não passe a lhe corroer.
Mas são coisas da vida e frutos do plantei.
Não vou mais lhe empatar, boa noite, acabei.

Nenhum comentário: